Tag Archive: respeito

Cuide do seu jardim!!

Cuide de seu jardimSábado passado (04/04/15), postei a mensagem ao lado no meu facebook, falando sobre cuidar do próprio jardim.

Além da repercussão normal de uma postagem num sábado à noite, muita gente querida veio no inbox e whatsapp para me perguntar se estava tudo bem, se alguém tinha pisado no meu jardim de forma desastrosa e alguns abriram o coração dizendo que se identificaram muito com as minhas palavras, e esse é o motivo de eu trazer o assunto aqui para o blog.

Só nós sabemos o que plantamos no nosso jardim e por esse motivo, se queremos que ele seja bem tratado pelos que nele entram, temos que deixar bem claro a que viemos.

O trabalho que estou realizando tem me deixado cada vez mais próxima da essência das pessoas.Nos meus atendimentos tenho reconhecido nuances de minha própria existência e falar de cuidar de relações – que nunca foi meu primeiro motivador – acabou sendo um grande desafio.

Mas como mudança cabe em todo lugar, o que posso dizer é que precisamos comunicar ao mundo o quão preciosos somos, bora lá sem medo. \o/

Ser tratado com respeito e tratar os outros com respeito deveria ser condição para continuar vivo, mas não funciona bem assim e você sabe por quê?

Pois o conceito de respeito é individual e cada um tem o seu. Simples assim!!!

Por isso mesmo torna-se tão fundamental sinalizar para o outro o seu código de valores e a importância deles para você.

A analogia que faço do jardim para a vida é bem essa, cada um sabe o quanto de dedicação tem dado a seu processo de crescimento e evolução e só quem passa sabe, como diz a canção do Caetano, “cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é”.

E quando você se conscientiza que quer respeito, com mais respeito você trata o jardim do outro.

Pode ser que nesse processo, você afaste algumas pessoas que nada entendem de jardinagem ou que ainda não estão preparadas para cuidar da terra com paciência e amor, para só então ter uma boa florada> Mas se afastar, ponto para você!! Quanto menos tempo você perder com visitantes, mais preservado e focado você fica para receber quem sabe reconhecer o valor de uma flor.

Imagem de divulgação do filme, retirada da internet.

No post eu ainda cito o filme “O Leitor”. Pensa num filme que me trouxe uma profundidade desse conceito: no quanto que alguém ou um fato pode determinar uma existência e definir o rumo de uma história. Pensar na importância que nossos atos podem representar na vida do outro e vice versa. Já parou para refletir sobre isso?

Somos sim responsáveis e não se trata de frase batida de O Pequeno Príncipe, apenas uma constatação.

Há tempos eu vivo mais pautada no caminho que escolho e sem os “mas e se eu fosse por esse outro caminho, “se eu tivesse percorrido aquela estrada” e isso tem me trazido muita paz, pois o único caminho que existe é aquele que eu passo, como diria a canção do Skank.

E em meio a tantas citações, eu realmente acredito que as relações mudam quando você muda o jeito como se relaciona, quando você comunica o que quer, até onde consegue ir e alinhado com o que não fere sua escala de valores.

Demorei para reconhecer esse conceito, demorei para absorvê-lo, mas agora que ele é meu, não demoro nem mais um dia para colocá-lo em ação. No meu jardim só entra quem sabe distinguir a diferença entre orquídea e mato. :)

E no seu jardim, quem tem tido a sua permissão para entrar?

E como você tem adentrado no quintal dos seus familiares, amigos e parceiros de jornada?

Bora lá cuidar das nossas relações com mais gentileza e respeito, para poder crescer como ser humano nesse mundo de meu Deus!!!

Meu jardim! – Jardim do Palácio de Versalhes – França – outubro de 2012